theme by
Você tem de querer. Embora eu queira muito, mesmo eu querendo em dobro, não há como querer por você.
Gabito Nunes.
Digamos que eu não sou uma pessoa de sorte no mundo dos relacionamentos afetivos. Porque de vez em quando conheço uma pessoa e acho que estamos nos dando bem e, de repente, ela deixa de aparecer. Não só para de telefonar, mas age como se eu tivesse uma doença contagiosa, ainda não entendo, isso me incomoda, e me machuca.
Nicholas Sparks.
Não se trata de estar certo ou errado. Sabe quantas vezes eu estava certo e mesmo assim tive que pedir desculpas?
Todo Mundo Odeia o Chris.
Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais um sentimento. A gente é saudade. É viver para encontrar o olhar da pessoa em cada improvável esquina, confundir cabelos, bocas e perfumes, sorrir com os lábios tendo o coração sufocado. Porque mesmo a saudade sendo feita para doer, às vezes percebemos que ela é o meio mais eficaz de enxergar o quanto amamos alguém, no passado ou no presente.
Gabito Nunes.
Algumas pessoas escolhem ser livres. Outras não têm chance de escolha, apenas são. E nunca mudam, mesmo que queiram. É uma questão de fase: paixão não revelada é paixão morta, amor não demonstrado é amor morto. Só mais uns dias e pronto. Estarei oficialmente no limbo, na liberdade anestésica de absolutamente nada sentir.
Gabito Nunes.
Você me quer? Você cuida de mim? Mesmo que eu seja uma pessoa egoísta e ruim?
Cazuza.
Não se apegar é uma dádiva. Você vê a pessoa indo embora e ainda dá tchauzinho.
Tati Bernardi.
Não vou mentir, tenho sentimentos de estimação por você. Mas estou deixando de alimentá-los. Um dia eles morrem.
Gabito Nunes.
Não era amor, era um sentimento muito mais bonito.
Eu me chamo Antônio.